Meio&Mensagem
Publicidade

Maximídia

05 A 07 DE OUTUBRO - HOTEL UNIQUE - SÃO PAULO/SP

Criatividade como receita para o crescimento

Ted Schadler, vice-presidente e analista-chefe da Forrester, aponta práticas, condições e a mentalidade necessária para criar um ambiente criativo e impulsionar os negócios

Taís Farias
6 de outubro de 2021 - 15h10

Fernanda Romano, CMO da Alpargatas, e Ted Schadler, vice-presidente e analista-chefe da Forrester (Crédito: Eduardo Lopes/Imagem Paulista)

Como a criatividade pode ser catalisadora do crescimento? Essa foi a pergunta que Ted Schadler, vice-presidente e analista-chefe da Forrester, se dedicou a responder no segundo dia da edição 2021 do Maximídia. Ao lado do também analista da Forrester, Jay Pattisall, o executivo desenvolveu um relatório sobre a criatividade. Schadler abriu sua apresentação afirmando que criar um ambiente criativo não exige um investimento financeiro e, sim, uma mudança profunda na maneira de trabalhar. “Mas, então, como você cria um boom de criatividade na sua empresa?”, indagou o VP da Forrester.

De acordo com seu estudo, esta equação estaria dividida em três pilares. São eles: o mindset, as condições e as práticas. O mindset, ou mentalidade, de uma cultura criativa envolve cooperação. Para o executivo, é preciso buscar ou estimular que as pessoas sejam curiosas, tenham senso empreendedor, estejam dispostas a aprender coisas novas e ir além dos limites. Humildade seria outra palavra chave. “É importante não se colocar o tempo todo acima de tudo. Você é um contribuinte”, defende Ted. Uma mentalidade focada nessas caraterísticas ajudaria a estabelecer a criatividade e impulsionar o crescimento.

Diversidade e colaboração

Mas não para por aí. Schadler defende que é preciso oferecer condições para que os times corram risco juntos. Isso porque ele aponta que tomar riscos calculados é essencial, não só para a inovação, mas para o sucesso da companhia. “Repense fracassos como aprendizados vindos de tentativas. Times criativos estão sempre experimentando”, afirmou Ted. Outra condição implícita precisa ser a diversidade. “Grupos restritos não estimulam nenhum de nós a ser a melhor versão possível de nós mesmos”, disse o VP da Forrester, ressaltando que é preciso estar aberto a contribuições diversas.

Por fim, ele apresentou as práticas que podem ser aplicadas pelas empresas para impulsionar a criatividade e o crescimento. Uma delas é o conceito “four-in-a-box” que junta profissionais de quatro áreas diferentes – marketing e negócios, tecnologia, operações e produto. “Um time que trabalhe junto para compreender e resolver problemas de maneira coletiva”, explica. Para isso, outra prática essencial é ter objetivos de negócios bem definidos, que possam ser compreendidos por toda a empresa. Por fim, segundo o estudo, conceber e executar experimentos, assim como mensurar seus resultados, está no cerne da cultura criativa.

Como resultado de todos esses fatores, Ted Schadler acredita que criatividade não pode ser feita em pequenos grupos e, sim, tomar escala. Ele também ressalta a importância de manter o foco no consumidor ao longo desse processo. “Ter empatia pelas pessoas que estão usando o produto ou entregando as capacidades. Você precisa ser obcecado com a satisfação dos clientes e dos colaboradores”, defende. Nesse sentido, Fernanda Romano, CMO da Alpargatas, se juntou ao VP da Forrester para contar como sua empresa vem empregando a criatividade. A executiva citou o exemplo da parceria entre Havaianas e Oreo, primeira vez na história em que uma Havaianas ganhou um cheiro próprio.

Segundo a CMO, a ação é fruto colaboração entre os times da companhia e com o parceiro Oreo. “Tudo começa com ingenuidade e generosidade e a aceitação de que as ideias podem vir dos lugares mais inesperados”, aponta. “Quanto mais você ama o problema, mais você treina o seu cérebro para ser criativo”, acrescentou Fernanda.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio Master

Realização