Meio&Mensagem
Publicidade

Maximídia

05 A 07 DE OUTUBRO - HOTEL UNIQUE - SÃO PAULO/SP

Siglas CEO e ESG dominam Maximídia

Edição híbrida do evento que promove questões estratégicas destaca trilha sobre o papel social das marcas e tem participação dos CEOs da Natura &Co, Via e Microsoft

Thaís Monteiro
22 de setembro de 2021 - 14h17

O evento, realizado por Meio & Mensagem, já anunciou as trilhas que compõem a programação deste ano e convidados internacionais, como os que estarão na Trilha Mundo — Conexão Global: Brian Wieser (global president of business intelligence do GroupM), Wendy Clark (CEO global da Dentsu International) e Marc Pritchard (chief brand officer da P&G). Também participarão Susan Credle, chief creative officer global da FCB, na trilha Diversidade — A era da atitude, e Ted Schadler, vice-presidente e principal analyst da Forrester, na trilha Growth — Caminhos do Crescimento.

CEOs Joao Paulo Ferreira (Natura &Co), Roberto Fulcherberguer (Via) e Tânia Costantino (Microsoft) participam da trilha Papo de CEO (Crédito: Arthur Nobre/Divulgação)

Na já tradicional trilha Papo de CEO, os principais executivos de empresas líderes de seus setores compartilham experiências e perspectivas para as marcas e os negócios, em conversas conduzidas pelo CEO do Grupo Meio & Mensagem, Salles Neto.

No primeiro dia de Maximídia, em 5 de outubro, sobe ao palco o CEO da Natura &Co America Latina, João Paulo Ferreira. O executivo assumiu o posto em janeiro deste ano para liderar o braço que abrange a gestão da Natura, Avon (exceto América do Norte) e The Body Shop na região e da Aesop no Brasil. Antes disso, Ferreira foi CEO da Natura no Brasil por cinco anos, mas está na empresa há doze anos. Sua experiência anterior foi a passagem durante 19 anos pela Unilever. No segundo trimestre deste ano, a empresa obteve 51% da receita de vendas digitais e por relações. A meta da Natura &Co é integrar mais e melhor os ambientes físico e digital para agregar experiência ao consumidor, como em lojas flagships.

A cadeira de entrevistado na quarta-feira, 6, será ocupada pelo CEO da Via (ex-Via Varejo), Roberto Fulcherberguer. O executivo está no cargo há dois anos, mas vem acompanhando as transformações da empresa como conselheiro há oito anos, além de ter sido vice-presidente comercial por dez anos, entre 2003 e 2013. O executivo tem passagens pelo Grupo Pão de Açúcar e Lojas Arapuã. Uma novidade recente da Via é o investimento nas fintechs GoPublic, Poupa Certo e Byebnk, que oferecem serviços financeiros, como soluções de crédito, pagamento, gestão e educação financeira e serviços relacionados a criptomoedas. Segundo a companhia, o objetivo é que as startups gerem valor ao ecossistema no longo prazo.

E, no último dia do evento, em 7 de outubro, Salles Neto encerra a trilha Papos de CEO entrevistando Tânia Cosentino, presidente da Microsoft há dois anos. Antes, Tânia ocupava a vice-presidência global de qualidade e satisfação do cliente da Schneider Electric, na qual trabalhou por 19 anos. A executiva registra passagens pela Rockwell Automation e Siemens. Eleita Anunciante do Ano pelo Cannes Lions deste ano, a Microsoft tem aproveitado o período de massiva digitalização para aprimorar recursos usados no trabalho remoto, como o Teams, se prepara para lançar o xCloud, serviço de jogos na nuvem, e firmou parceria com a Oracle para interconectar seus serviços de nuvem no Brasil, Azure e Oracle Cloud Infrastructure (OCI).

Compromisso ativo

Todas essas empresas têm exemplos de ações de impacto social. A Natura &Co firmou o compromisso de zerar as emissões líquidas de gases de efeito estufa até 2030. A Natura já é carbono neutro desde 2007. Recentemente, a Via se comprometeu a ter, entre os líderes, o percentual de 40% de mulheres até 2025. Atualmente, o número é de 25%. A Microsoft se empenha em ações que têm como foco a sustentabilidade e emprega transparência ao relatar suas informações sobre uso de energia, consumo de água, gestão de resíduos, emissão de gases de efeito estufa e outros dados, e investe na capacitação de minorias políticas.

Para incentivar os debates e engajamento de empresas nessas temáticas, o Maximídia apresentará a trilha As marcas e a sociedade. No primeiro painel, intitulado “Faça o que eu digo. Faça o que eu faço”, serão tratadas as diretrizes do relacionamento entre as empresas e o público, incluindo temas como transparência, polarização e direitos civis, mas, principalmente, como imprimir tais preocupações em ações práticas e na comunicação. Participam desse bloco Helena Bertho, head de comunicação, diversidade e sustentabilidade da divisão de produtos de grande público da L’Oréal Brasil, e Leandro Machado, sócio-fundador do Cause.

Gabriela Moura, creative data leader da Soko, e Inaiara Florêncio, head de comunicação e marketing da Galena, participam desta trilha no segundo dia do Maximídia, falando sobre cultura pop e publicidade. O painel “Quando todo mundo cria, o que faz mesmo o criativo?” discutirá como os profissionais da comunicação trabalham com conteúdo criado pela audiência e influenciadores.

“Enviromental, Social and Governance”, mais conhecido pela sigla ESG, se tornou uma forma de cobrar empresas a serem mais comprometidas com causas ambientais, sociais e de governança. Hoje, o empenho das marcas nessas três vertentes é fator decisivo para ganhar investidores, valor e engajamento junto ao consumidor. Marina Fernie, vice-presidente de marketing da Danone, e Preto Zezé, presidente da Cufa Nacional, dividem o debate sobre o assunto no painel “Por que ESG virou sigla obrigatória no léxico das marcas?”

Este ano, o Maximídia ocorrerá de forma híbrida. Parte do conteúdo será transmitida online, mas as trilhas marcadas para o período da tarde acontecem de forma presencial no Hotel Unique, em São Paulo. Assinantes do Meio & Mensagem terão acesso gratuito ao conteúdo online.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio Master

Realização