Meio&Mensagem
Publicidade

Maximídia

28 DE SETEMBRO A 01 DE OUTUBRO DE 2020 | ONLINE

Rob Reilly: “Ver marcas indo bem faz bem para psique das pessoas”

Global creative chairman do McCann Worldgroup, Rob Reilly diz que, mais do que nunca, agências precisam construir marcas bem-sucedidas para o bem da economia e do bem-estar coletivo

Isabella Lessa
1 de outubro de 2020 - 12h15

Rob Reilly, global creative chairman do McCann Worldgroup

O ofício publicitário não é tão urgente e essencial quanto os serviços médicos, de entrega e de agentes de limpeza, pontua Rob Reilly, global creative chairman do McCann Worldgroup. Mas é um trabalho que, segundo ele, se insere na segunda linha de frente em termos de importância, pois ajuda a tornar marcas bem-sucedidas e saudáveis – algo crucial, neste momento, não somente para a economia, mas para a psique das pessoas.

“Se você vê uma marca sucumbindo, uma Microsoft, uma Apple ou Visa lutando, você começa a ficar mais preocupado do que está. É interessante, acho que temos o trabalho de ajudar as marcas a terem sucesso porque precisam ser fortes para as pessoas”, afirma.

De acordo com Reilly, a criatividade é um asset cada vez mais necessário para resolver problemas complicados que vão além da comunicação em si. Durante a pandemia, ele acredita que este foi elemento fundamental para questões de saúde como a fabricação de ventiladores e a garantia de leitos suficientes em hospitais. “Acho que marcas e governos e pessoas em geral estão usando seus cérebros e a criatividade para resolver muitos problemas. A criatividade como conceito é mais valiosa do que nunca. Dizia isso antes da pandemia, mas acho que a pandemia provou ainda mais que precisamos de resolvedores de problemas, como conseguimos uma vacina para o mundo em um ano em vez de quatro? A criatividade é necessária para isso, não apenas a ciência”, diz.

Em relação à diversidade, o criativo sente que não fez o suficiente, mas está comprometido a garantir mais diversidade no grupo. Na opinião dele, é por meio da diversidade que ideias disruptivas ganham vida e é o melhor caminho para a inovação. Mas não se trata somente de contratar novos talentos, ressalta, mas também de continuar desenvolvendo-os para que se quebre uma situação bastante recorrente no mercado: muitos vão trabalhar em outras áreas porque não conseguem construir uma carreira e chegar a posições seniores.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • rob reilly

  • mccann worldgroup

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio

Realização