Meio&Mensagem
Publicidade

Maximídia

05 A 07 DE OUTUBRO - HOTEL UNIQUE - SÃO PAULO/SP

Criação flexível pode potencializar resultados de agências

Sergio Gordilho, da Africa, e João Livi, da Talent Marcel, defenderam relações mais próximas entre criativos e times de marketing e a adaptação de metodologias à realidade do cliente

Karina Balan Julio
1 de outubro de 2019 - 14h14

Pyr Marcondes, Sergio Gordilho e João Livi (Crédito: Denise Tadei)

A combinação entre criatividade e eficiência de negócios foi tema do primeiro dia de MaxiMídia 2019. Sergio Gordilho, chief creative officer e copresidente da Africa, e João Livi, CEO da Talent Marcel, debateram a reinvenção da área de criação diante do maior volume de insights dos consumidores e maior demanda por resultados.

A aproximação efetiva entre os times de agências e anunciantes foi apontada como fundamental para potencializar resultados de campanhas. “Entregar criatividade não depende de tempo e velocidade, mas da relação das marcas com agências. Equipes de marketing próximas aos criativos entregam trabalhos melhores. Se eles estão distantes da marca, o trabalho também será distante”, defendeu Gordilho.

Outro assunto em pauta foi a multiplicidade de formatos, plataformas e metodologias de criação, que também alteram as dinâmicas de criação das agências. “Quando falamos de criação, não falamos mais de pensar em uma piada para um filme ou título de post, mas de criar plataformas para que a ideia da marca possa navegar de ponta a ponta. A produção que era pautada via planejamento, depois repassada para a criação e depois para a mídia, hoje mudou. A estratégia agora pode começar na mídia, por exemplo, e essa ordem não é mais tão rígida”, argumentou João Livi.

Quanto mais possibilidades de segmentação e formatos, contudo, maior é o risco de priorizar a quantidade em detrimento da qualidade.“Às vezes focamos tanto em abundância e produtividade que deixamos de ser percebidos”, acrescentou Gordilho.

Diante desse cenário, é necessário que agências adequem suas metodologias de criação acordo com cada cliente. João Livi citou como exemplo o Design Thinking, ferramenta que combina técnicas de criação e racionalização para resolução de problemas. “Não existe apenas uma maneira de ser criativo, e criação não tem mais a ver só com linguagem. Você tem que achar qual é o modelo de criação mais adequado para o seu cliente, objetivo e estrutura”, finalizou o CEO da Talent.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • João Livi

  • Sergio Gordilho

  • Africa

  • João Livi

  • Sergio Gordilho

  • Talent Marcel

  • Agências

  • anunciantes

  • criação

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio

Realização