Meio&Mensagem
Publicidade

MaxiMídia

3 E 4 DE OUTUBRO DE 2017 | HOTEL UNIQUE, SÃO PAULO - SP

Conheça os vencedores do Prêmio MaxiMídia/Grupo RBS de 2015

Dez projetos são reconhecidos pela inovação e poder de engajamento

Isabela Lessa
23 de agosto de 2016 - 19h11

Em sua 16ª edição, o Prêmio MaxiMídia/Grupo RBS seleciona os vencedores de dez dentre as 13 categorias em disputa. A categoria Racional Técnico de Mídia ainda está em votação, e as categorias Mídia Mix e Patrocínio não tiveram premiados. “Patrocínio ainda é uma categoria em que agências e anunciantes não conseguiram acertar na estratégia. Com a tendência de que cada vez mais a categoria seja importante, é fundamental que o mercado busque novas formas de valorizar os ativos das marcas nessa área”, avalia Miriam Shirley, vice-presidente de mídia da Publicis e integrante do júri da premiação.

Ao contrário do ano passado, nesta edição nenhum case foi vencedor em mais de uma categoria. Para Daniella Gallo, diretora-geral de mídia da Ogilvy e jurada do MaxiMídia, o grande desafio para o júri é entender cada uma das inscrições. “A mídia ficou mais complexa, há cases que cabem em mais de uma categoria por apresentarem integração com diferentes meios”, diz.

Apesar dos obstáculos impostos pela crise econômica, 2015 motivou agências e anunciantes a encontrar soluções criativas, segundo Miriam. “Pudemos constatar um grande esforço do mercado para superar obstáculos e usar a mídia de forma bastante racional e certeira a fim de atingir seu público”. Para Daniel Chalfon, sócio e vice-presidente de mídia da Loducca e presidente do júri, os cases selecionados destacam-se pela boa qualidade, independente do meio. “Essas peças mostram o quanto a mídia do Brasil está madura em qualquer plataforma”.

O Grand Prix do Prêmio MaxiMídia/Grupo RBS será revelado durante a cerimônia de premiação, no Hotel Unique, em São Paulo, durante o MaxiMídia 2015, que acontece nos dias 6 e 7 de outubro.

Conheça os vencedores do Prêmio MaxiMídia/Grupo RBS 2015

Melhor uso de mídia digital
“Chuva de bitcoins”, da Ogilvy para IBM Cloud

Durante a Campus Party Brasil 2015, os participantes foram convidados a realizar o download de um app de meteorologia que anunciava uma chuva de bitcoins. Nesse momento, os usuários deveriam ir para o local da “tempestade” e levantar os smartphones para faturar as moedas digitais.


Melhor uso de mídia impressa

“Wi-fi ad”, da AlmapBBDO para Volkswagen Amarok
Quando aberto, anúncio com roteador oculto é acionado e oferece 500 megabytes ou 30 dias de conexão para o usuário. Para utilizá-la, a pessoa deve procurar pela rede sem fio “Amarok” no dispositivo e digitar a senha “aforcadainteligencia”.


Melhor uso de mídia social

“Curiosidade salva”, da Agênci3 para Disque Denúncia (MOV-Rio)
Ação convocou mulheres famosas, como Deborah Secco, Taís Araújo e Bela Gil, a postarem mensagens misteriosas em seus perfis oficiais no Facebook. Ao clicar no histórico de edições do post onde estava escrito, por exemplo, “Foi a maçaneta da porta”, o usuário era surpreendido com o real significado da frase, de que se tratava, na verdade, de uma agressão. A ideia é mostrar que sinais sutis podem ser um pedido de socorro de mulheres que sofrem com a violência doméstica.

 

Melhor estratégia de mídia

“Limpando o maior banheiro do mundo”, da Mullen Lowe para Vim Cloro Gel (Unilever)
A campanha promoveu o movimento #FoliaSimXixiNão às vésperas do Carnaval. Famosos utilizaram suas redes sociais para engajar o público a não urinar na rua durante o período festivo. Os bairros Vila Madalena, em São Paulo, Leblon e Ipanema, no Rio, foram limpados pelo produto da Unilever e o Aterro do Flamengo ganhou um Xixi Truck. Além disso, os foliões receberam leques com mapas dos banheiros públicos.

 

Branded content

“Casas em exposição”, da FCB Brasil para Zap Imóveis
Ação expôs trabalhos de novos artistas plásticos de São Paulo dentro de imóveis à venda. Foram expostas obras de 25 artistas contemporâneos com curadoria de Marcelo Sassur, da Hubb – Arte em Projetos.

 

Melhor uso de vídeo

“Skip ad festival”, da Publicis Brasil para The Voice (Sony Pictures)
Ação utilizou os trueviews do YouTube para colocar o espectador como jurado por cinco segundos. Se o usuário escolhesse assistir o vídeo em que um candidato cantava até o final, o voto era computado e a mensagem era exibida: “Gostou de julgar? Então vai amar assistir”.

 

Melhor uso de mídia mobile

“Instagraac”, da Loducca para Graacc
A instituição social que promove o tratamento a crianças com câncer é beneficiada por consumidores que fazem compras em São Paulo. Com o objetivo de facilitar a doação de notas fiscais para a organização, a Loducca criou o Instagraac, app que une selfies a doações. Em vez de digitar o CPF, a pessoa tira uma foto do cupom e um autorretrato para divulgar a #selfieQsalva nas redes sociais.

 

Melhor uso de product placement e merchandising

“Sensor de fadiga”, da AlmapBBDO para Volkswagen
Durante as transmissões do Campeonato Italiano e da Copa da Inglaterra no Esporte Interativo, jogadores que estavam a ponto de serem substituídos eram sinalizados com o símbolo do sensor de fadiga da Volkswagen. A tecnologia serve para alertar o motorista para perda de concentração.

 

Melhor uso de rádio e música digital

“Radio gay parade”, da Ogilvy para revista Billboard
No Dia Nacional do Orgulho Gay, celebrado em 25 de março, diversas emissoras de rádio do País tocaram, em momentos diferentes, playlists de artistas assumidamente homossexuais, como Ney Matogrosso e Daniela Mercury.

 

Melhor uso de outdoor, mídia exterior ou indoor

“O wi-fi que salva vidas”, da Leo Burnett Tailor Made para Fiat
Para conscientizar o público sobre a importância do uso do cinto de segurança no banco traseiro, a ação instalou dispositivos wi-fi nos táxis da Use Taxi em São Paulo. Quando afivelados, o sensor disponibilizava conexão gratuita ao passageiro.

 

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio

Realização